O que é a radioablação de nódulo da tireoide?

O surgimento de nódulos na tireoide é mais comum do que imaginamos e a radioblação de nódulo da tireoide é um método menos invasivo para a eliminação de nódulos pequenos nessa glândula. Se você descobriu um nódulo na tireoide, agende uma consulta com um cirurgião de cabeça e pescoço para saber se a radioablação é recomendada para você.

Uma das preocupações dos pacientes que descobrem um nódulo na tireoide é se ficarão com a cicatriz da cirurgia no pescoço, e a boa notícia é que a radioablação da tireoide não deixa cicatriz.

Com o avanço tecnológico e o desenvolvimento de técnicas pouco invasivas para o tratamento de nódulos pequenos, além de não afetar a questão estética, o pós-operatório também ficou mais tranquilo.

Além da radioablação de nódulos da tireoide, existem ainda outros procedimentos modernos e pouco invasivos para o tratamento de problemas tireoidianos. Entretanto nem todos os profissionais estão qualificados a realizar esses procedimentos. Por isso é importante buscar por um profissional capacitado e que possa te oferecer alternativas mais seguras e menos invasivas, como a radioablação de nódulo da tireoide.

O que são os nódulos de tireoide

De modo geral, os nódulos são lesões sólidas que podem surgir em diversas partes do nosso corpo; quando conseguimos apalpá-los com as mãos, os identificamos como “caroços”.

Um nódulo na tireoide é geralmente diagnosticado por um médico clínico ou endocrinologista, já que faz a tireoide é uma glândula do sistema endócrino. Entretanto o paciente que identificar caroços na região do pescoço pode buscar ajuda de um cirurgião de cabeça e pescoço, sem precisar passar por outro profissional. Dessa forma ele poderá obter um diagnóstico o quanto antes.

Embora a maior parte dos nódulos na tireoide seja benigno, caso haja casos de câncer de tireoide na família, você deve buscar o apoio do cirurgião de cabeça e pescoço tão logo quanto possível. Da mesma forma, se você já realizou algum procedimento com radiação na área do pescoço, ao encontrar um nódulo na tireoide é recomendado se consultar com o especialista.

Porque remover um nódulo na tireoide?

Mesmo que benignos, os nódulos na tireoide podem trazer dificuldades para o dia a dia do paciente. Uma delas é a dificuldade para engolir, pois, os nódulos na tireoide tendem a pressionar o esôfago, órgão por onde o alimento é transportado após sair da boca em direção ao estômago.

Além disso a presença de nódulos na tireoide pode causar problemas respiratórios e influenciar negativamente no seu desempenho físico ou dificultar as boas noites de sono, já que o nódulo também pode pressionar a traqueia.

Outro problema relatado por pacientes que apresentam essa condição é a interferência estética, pois, o caroço pode crescer consideravelmente.

Além disso, disfunções hormonais relacionadas à problemas na tireoide podem dificultar o processo de emagrecimento.


Como é feito o procedimento de radioablação de nódulo na tireoide?

A radioablação de nódulos da tireoide é recomendada para casos em que a função hormonal da tireoide não está comprometida pela presença dos nódulos. Ao optar por um procedimento menos invasivo e sem cortes, os riscos comuns inerentes a qualquer cirurgia podem ser evitados.

Grande parte dos procedimentos cirúrgicos são invasivos, podem deixar sequelas e deixam cicatrizes que interferem na autoestima do paciente. Eles também requerem um tempo mais longo de recuperação.

Entretanto, procedimentos menos invasivos como a radioablação de nódulo da tireoide não deixam cicatriz visível e tem um pós-operatório mais rápido, com preservação da produção hormonal e com menos intercorrências.

Na radioablação é feita sedação e anestesia local. Em alguns casos o profissional pode optar pela anestesia geral para garantir que o processo seja mais seguro e eficaz.

Após anestesiado o paciente, o cirurgião de cabeça e pescoço introduzirá uma agulha de radiofrequência própria para o procedimento a fim de queimar totalmente o nódulo.

Os principais benefícios da radioablação de nódulo na tireoide são:

● Não deixa cicatriz;

● Não usa anestesia geral;

● É menos invasivo;

● Recuperação rápida;

● Não é necessário tomar hormônios após o procedimento;

Esse processo é feito de forma cautelosa e gradativa iniciando pela superfície do caroço até chegar ao centro. E, caso a redução do nódulo não seja alcançada no primeiro procedimento, ele pode ser repetido outras vezes até que o resultado desejado seja alcançado.

Geralmente é feito em uma sala que pode ser usada para práticas intervencionistas, equipada com aparelho destinado à realização de ultrassonografia.


Para quem é indicada a radioablação de nódulo na tireoide?

O procedimento é recomendado em pacientes que tenham nódulos benignos e que tenham seu dia a dia prejudicado pelo crescimento das lesões, como dificuldade na fala e ao engolir.

A radioablação ainda não é indicada em casos de tumores malignos, apesar de pesquisas estarem sendo feitas para desenvolver a aplicação nesses casos.

O cirurgião de cabeça e pescoço é o especialista qualificado para fazer o procedimento de radioablação de nódulo na tireoide. Por ser uma técnica nova para o tratamento de nódulos tireoidianos, é muito importante recorrer a profissionais qualificados para realizar esse tipo de procedimento.

Se você notou a presença de nódulos na região do pescoço, agende já uma consulta com um cirurgião de cabeça e pescoço. Como vimos, a maioria dos nódulos nessa região é benigna e o tratamento com técnicas modernas, como a radioablação, pode ser mais tranquilo do que você imagina. Entre em contato com a equipe do Dr. Marcelo Schalch, médico especialista em cirurgia de cabeça e pescoço.

Você também pode clicar aqui para esclarecer algumas dúvidas sobre esse assunto.